6 coisas que você deve analisar no monitoramento de redes sociais

Veja quais são os pontos mais importantes para observar

Se você usa as redes sociais como forma de divulgar o seu negócio, provavelmente já percebeu que boa parte delas possui plataformas para que você possa analisar o seu desempenho na rede. E já deve ter ouvido falar que esses dados são importantes e precisam ser analisados, certo?

Bem, isso é realmente verdade. Quem atua nas redes sociais tem de estabelecer objetivos e analisar, periodicamente, seus perfis para saber se está ou não conseguindo alcançar as metas. Quando você não faz esse monitoramento, não tem como corrigir o que está dando errado nem descobrir o que está dando certo, o que prejudica bastante a assertividade das suas ações.

Mas a pergunta que fica é: o que analisar?

Se você já abriu os relatórios do Facebook, por exemplo, sabe que existem diversos dados, mas pode ser que não saiba em que precisa prestar atenção e como usar aquelas informações em favor do seu negócio. Se esse é o seu caso, hoje é dia de sanar suas dúvidas.

Veja, agora, a quais pontos se ater durante o monitoramento e como otimizar seus resultados com base nessas métricas e percepções.

1 – Alcance

O alcance representa o número de pessoas que sua publicação atingiu. Isso não quer dizer que elas tenham interagido com o post, apenas que o conteúdo foi exibido para elas em algum momento.

É interessante analisar o alcance para ter uma ideia do público que você é capaz de atingir com o seu formato e frequência de publicações.

2 – Engajamento

Quando um usuário curte, comenta ou compartilha uma publicação sua chamamos esta ação de engajamento.

O engajamento é um dos objetivos de qualquer empresa que tem presença nas redes sociais, e por isso é interessante focar a produção em conteúdo que agrade, gere identificação com o público e deixe os seguidores com vontade de comentar e compartilhar a publicação.

Por que isso é importante? Redes sociais como o Facebook e o Instagram têm um algoritmo que determina o seguinte: quanto mais um usuário interagir com um perfil, mais atualizações desta conta serão exibidas para ele.

Quando os seguidores não se engajam com o que você publica, a rede entende que não precisa mais mostrar suas novidades, e o engajamento vai caindo ainda mais.

Se o seu alcance é alto, mas o engajamento é baixo, significa que muitas pessoas estão vendo o que você posta, mas poucas gostam do material a ponto de interagir com ele. O ideal, aqui, é repensar os posts – tanto no conteúdo quanto na parte estética – e fazer testes para descobrir o que mais agrada aos seus seguidores.

3 – Perfil de público

Talvez essa seja uma das principais métricas a ser analisadas nas redes sociais, e a maioria das plataformas disponibiliza essa informação.

Mesmo que você saiba quem é o público-alvo da sua empresa, é importante saber quem está seguindo sua página, para garantir que os dois perfis estejam alinhados.

Pode ser que você queira vender para mulheres de 35 a 55 anos, residentes em São Paulo e com interesse em alimentação saudável, mas perceba que na sua fanpage no Facebook a maioria das seguidoras têm entre 18 e 24 anos.

Nesse caso, você pode trabalhar suas publicações e direcionar melhor os posts para que eles cheguem ao seu público ideal. Mas você também pode fazer o inverso e adaptar o seu conteúdo para agradar ao público que já segue sua marca.

O importante é saber exatamente quem está seguindo você em cada rede social.

4 – Publicações com melhor e pior desempenho

É interessante saber que tipo de publicação tem melhor resultado para que você possa continuar apostando nele, como também quais são os posts que tiveram o pior desempenho, para que você possa entender onde errou.

O ideal é escolher, pelo menos, três publicações de cada lado e analisar todos os detalhes que possam ter sido decisivos para o fracasso ou sucesso de cada um dos posts. Essa análise vai ser muito útil na hora de desenvolver os próximos posts.

5 – Melhores dias e horários para publicar

Cada perfil de público tem seus próprios hábitos nas redes sociais, e o Facebook, por exemplo, te ajuda a entender melhor esse comportamento mostrando os dias e horários em que seus seguidores estão mais ativos.

A lógica, aqui, é que quando você tem mais pessoas online seu conteúdo terá um alcance melhor e mais chance de ter um bom desempenho. Pelo contrário, se você publica quando tem um número menor de fãs na rede, o alcance cai e a publicação não faz tanto sucesso.

6 – Comentários

Os comentários dos seus seguidores também dizem muito sobre o desempenho dos posts e merecem ser analisados sempre que possível.

Dê uma olhada no que as pessoas estão comentando, peça sugestões, pergunte o que elas gostariam de ver na página e crie publicações para que elas interajam e participem.

Não se esqueça, também, de que mesmo os comentários negativos e as reclamações precisam ser respondidos! Quando detectar um cliente insatisfeito, não perca tempo, tranquilize o cliente e mostre preocupação em resolver o problema o mais rápido possível.

Clique abaixo para compartilhar!
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp